12 de dezembro de 2019 - 12:13

Minerva sai da paiN e é o novo caçador da FURIA Esports

Divulgação/Riot Games Brasil

Não precisou de muito tempo após o anúncio de que a FURIA entraria no cenário de League of Legends para a divulgação da contratação de um dos nomes mais conhecidos do cenário brasileiro. Gustavo “Minerva” Alves irá defender as cores do time recém-chegado na principal competição de LoL do país.

Há poucos dias a paiN, equipe pela qual Minerva disputou a última etapa do CBLOL, havia anunciado a contratação de outro caçador, o sul-coreano Seonghwan, o que acarretaria em uma disputa pela posição. Com a saída de Minerva, a paiN já soma quatro membros que deixaram a equipe após o termino da segunda etapa. Ayel, emprestado para a RED, além de Djoko e Matsukaze não permanecem para 2020.

Rumores apontam que o suporte esA também deve sair. Em vídeo do anúncio de Dynquedo na Havan, que disputa o Circuito Desafiante, o atual suporte da paiN Gaming aparece ligando para o telefone do mid laner, o que deixou a entender que esA também seria anunciado posteriormente pela equipe.

A FURIA é a quinta equipe defendida por Minerva desde que iniciou sua carreira no CBLOL. No começo da carreira, ainda em 2014, defendeu as cores da KaBuM, quando foram campeões do torneio e disputaram o mundial. Posteriormente, o jogador passou pela CNB e também ProGaming, chegando à paiN em seguida, onde foi campeão do Circuito Desafiante e terminou na 5ª colocação na última etapa do CBLOL.

12 de dezembro de 2019 - 12:13

Autor: Victor Leahy