18 de julho de 2020 - 21:45

Ranger defende Luci após péssima atuação: “tem liberdade para jogar como quiser”

O Flamengo Esports venceu A Kabum em uma partida que durou mais de 50 minutos, disputada neste sábado (18) e válida pela segunda etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) 2020. Quem assistiu a partida conseguiu ver um show de lutas desde o primeiro minuto. E se Bvoy manteve a boa performance e salvou o time rubro-negro em diversas situações, o companheiro da rota inferior Luci, teve uma de suas piores partidas desde que chegou ao Brasil.

Em entrevista coletiva concedida após a partida, Ranger foi em defesa do suporte coreano e afirmou que, mesmo durante o jogo, Luci, que estava sendo pego fora de posição em várias situações, sabia que precisava mudar a estratégia e que, assim, ajudaria a equipe a vencer.

“O Luci é o jogador mais independente do nosso time. A gente dá total liberdade para ele jogar como ele quiser e com o que ele quiser, então isso ajuda bastante a criatividade dele. Ele é um jogador muito criativo e gosta de fazer jogadas inesperadas. Em nenhum momento pedimos para ele parar de fazer isso, e a gente confia muito na capacidade dele e no discernimento dele de certo ou errado”, afirmou Ranger.

Divulgação/Riot Games Brasil

Luci fez uma de suas piores partidas no CBLOL desde que chegou ao Brasil

“Ele pareceu bastante abalado com a performance dele e não está feliz. A gente sabe que ele é capaz de muito mais. Tenho certeza que vai voltar muito melhor para amanhã”, concluiu o caçador rubro-negro.

O Flamengo Esports volta a Summoners Rift neste domingo (18) contra o Santos, às 15h.

18 de julho de 2020 - 21:45

Autor: Victor Leahy