15 de agosto de 2020 - 17:55

Red Canids é a campeã da segunda etapa do Circuitão 2020

Lol Esports BR

A RED Kalunga é campeã do Circuitão 2020 – 2ª Etapa! Por 3×1, a Matilha desbancou a Team oNe e conquistou o título inédito para a organização. Foi uma temporada prolongada na segunda divisão do League brasileiro, envolvendo diversas reformulações de elenco. Desta vez, a Matilha olhou para sua base e, com TitaN e Cabu como grandes veteranos, apostou suas fichas na nova geração, dando espaço para Avenger, Aegis e Guigo brilharem.

A série foi aberta com uma partida bastante estudada, com a RED abrindo vantagens somente pelo mapa – saíram na frente nas rotações iniciais, garantindo dois Arautos e, com o segundo, derrubando a T1 do meio. No entanto, a oNe tinha muita facilidade para limpar as ondas, com SkyBart (Gangplank) e Brucer (Viktor) fazendo o trabalho sujo. Mas nas lutas foi outra história. Os Golden Boys buscaram o Dragão e levaram um baile: Guigo (Vladimir) deu o TP nas costas durante o Dragão, Aegis (Volibear) desorganizou os adversários roubando o objetivo, e TitaN (Jhin) batia de muito longe com sua ult. Para piorar a situação, Brucer foi pego logo no início do combate. A oNe não perdeu somente a luta e o Dragon, mas também o Barão. Com o Nashor, a RED se organizou ao redor da base Dourada e finalizou pouco depois.

Se na primeira partida as equipes demoraram a engrenar, na segunda a Team oNe atacou desde o começo! Os Dourados concentraram seus esforços iniciais em fortalecer pbO (Ashe). TitaN (Tristana) não conseguiu uma boa fase de rotas, sendo pego nas iniciações adversárias – o Jojo joga bem de Thresh, hein? – e abatido repetidas vezes. Também vimos Brucer (Viktor) se fortalecer bastante, e mesmo sofrendo contra Guigo (Renekton), SkyBart (Malphite) era essencial às lutas, entrando com ults devastadoras. O Topo da oNe também conseguia abates solo contra TitaN e Avenger (Kog’Maw), o que chegava a ser um pouco cômico. Conforme o jogo progredia, o ritmo da oNe só se intensificava, sem dar chances de a RED crescer. Foi assim até o final: com a ameaça de ult do Malphite, os Golden Boys deixaram a RED de costas para a própria Fonte, vencendo a partida!

O último jogo da série foi altamente pautado na emoção. Deu gosto de ver: ambas equipes partiam para cima, sem hesitar, e trocavam abates a todo instante. É claro que houve erros, mas escolho olhar para os acertos desta vez. TitaN (Ezreal) teve uma partida incrível, sempre pontual com seus disparos de precisão, e foi ele quem colocou a RED no mapa, com um Triple ainda cedo quando era a oNe quem dominava. Do lado dos Golden Boys, pbO e sua Xayah dilaceravam a Matilha nos combates, e a ameaça de combo de SkyBart (Wukong) e Brucer (Orianna) não podia ser ignorada.

Por isso, a RED trabalhava à distância, encaixando o poke de seu Atirador, e também de Avenger (Zoe) e Aegis (Lilia). Foi muito suado. Os Dragões acumularam-se: foram três Infernais (mais a Alma) para a RED, e dois para a oNe. Começou a tomar um ar mais definitivo quando os Lobos pegaram o Ancião, colocando Brucer e companhia em xeque em sua própria base. Mesmo assim, no entanto, parecia que a oNe só precisava de uma boa luta para virar… mas não deu. Guigo (Sion) e seus 10 mil de vida foram uma barreira impenetrável. Com um avanço firme, a RED expurgou seus demônios e garantiu a última vitória.

15 de agosto de 2020 - 17:55